11
Nov

Antropologia da Performance

Antropologia da Performance é parte da Antropologia da Experiência que Victor Turner formulou inspirado no conceito de Erlebnis de Dilthey. O conceito de drama social, por sua vez, é central na teoria de Turner e compreende fases do processo social e o universo simbólico envolvido, de modo a estabelecer uma relação profunda entre o pensamento e a ação. Turner parte do contexto do ritual ao teatro, abordando rituais religiosos, rituais de passagem e conflitos sociais. Richard Schechner, por outro lado, movimenta-se do teatro à antropologia, permitindo que se considere na perspectiva da teoria da performance os vários elementos de expressão da experiência vivida: corpo, voz, gesto, sentidos etc.
Temas do Conteúdo Programático:
I- As Antropologias do corpo: persona, drama e habitus
II – Do ritual ao teatro: Victor Turner e a Antropologia da Performance
III- Antropologia, Arte e Performance
IV- Entre Teatro e Antropologia: Richard Schechner
V- Tópicos de Antropologia da Performance: oralidade, música e dança

Fonte: antropologia.webng.com

  1. on January 27th at 06:29 am
    Marcio Lincoln said:

    Bem interessante. Pois em minhas sondagens percebi a relação do homem como ser social e o teatro, tendo prazer na dor de viver os papéis que muitas das vezes bem sabe o fim da história. Seja na tragédia (dormindo no sonho), no drama(reconhecer que errou ou sofreu mais uma vez) ou comédia (sabe que erra e sofre mas não quer acordar)
    Sua alma possui seu corpo ou seu corpo possui a sua alma?
    Quem é o veículo?
    O vazio se dá quando se resolve abandonar a peça.
    E a plenitude se dá quando volta-se para o palco para iluminar os demais atores.
    Porque a peça só acaba quando todos os atores deixarem de fazer a arte do desejo para se tornarem a arte do desejado, porém esquecido.