Categoria ‘LEPAARQ’ Antropologia

10
Dec

Convite Café Arqueológico

A equipe do LEPAARQ tem o prazer de convida-los para a IXª edição do Café Arqueológico a ser realizado no dia 20 de dezembro de 2012, às 15h, nas dependências do LEPAARQ. A palestra será ministrada pela Profa. Me. Priscilla Ferreira Ulguim, cujo título de seu trabalho é: “Cremações nas Terras Altas do Sul do Brasil: Um Estudo de Caso em Ambos os Lados do Rio Pelotas”.

Priscilla Ulguim graduou-se em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Pelotas no ano de 2010, especializando-se em Arqueologia, mais especificamente em Zooarqueologia, direcionando sua pesquisa de conclusão de curso para a análise de vestígios ictiofaunísticos de Cerritos do sul do Brasil. Após a conclusão de seus estudos de graduação no ano de 2010, passou a integrar a equipe do projeto arqueológico internacional, “Sacred Places and Funerary Rites: The Longue Durée of Southern Jê Monumental Landscapes” (Lugares Sagrados e Ritos Funerários: A Longue Durée de Paisagens Monumentais dos Jê do Sul). Iniciando assim seu mestrado em Bioarqueologia na Universidade de Exeter, Reino Unido como bolsista pela Wenner Gren Foundation. Em seu trabalho de dissertação (2012), o qual centrou-se na análise de vestígios humanos cremados, a pesquisadora buscou combinar diferentes métodos de análise, tais como a aplicação de RGB, com o intuito de desenvolver inferências mais acuradas acerca das temperaturas de queima. Outros interesses de pesquisa e atuações incluem projetos e publicações relacionados a Arqueologia Guarani, Ichthyoarqueologia, bem como Metodologia em Zooarqueologia. No momento atua como membro nas seguintes instituições: CBA: Council of British Archaeology; ICAZ: International Council of Archaeozoology; BABAO: British Association for Biological Anthropology and Osteoarchaeology; Alfred Russel Wallace Correspondence Project – Natural History Museum, assim como pesquisadora associada do LEPAARQ/UFPel: Laboratório de Ensino e Pesquisa em Antropologia e Arqueologia da Universidade Federal de Pelotas.

Resumo da palestra: A presente palestra tem por finalidade expor os resultados e interpretações referentes a vestígios humanos osteológicos cremados, oriundos de montículos presentes em estruturas anelares, conhecidas popularmente como danceiros. Tais estruturas arqueológicas encontram-se amplamente distribuídas e localizadas nas terras altas do sul do Brasil. No que concernem os diferentes aspectos interpretativos, serão abordadas questões relativas ao processo de cremação, contexto funerário e estado de saúde dos indivíduos. Especificamente, os vestígios analisados são provenientes das escavações de três sítios localizados ao longo do Rio Pelotas, divisa dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina: RS-PE-21, RS-PE-29 e SC-AG-108, datados entre os séculos XV e XVII AD. As evidencias, as quais formam a base de tais inferências interpretativas, são resultantes da aplicação de diferentes técnicas e metodologias, incluindo a análise de mudanças ósseas de nível secundário, consideração dos contextos arqueológicos e registros etnohistóricos.

Compareçam, prestigiem!

Dr. Rafael Guedes Milheira
Universidade Federal de Pelotas
Bacharelado em Antropologia/Arqueologia
Programa de Pós-graduação em Antropologia – UFPEL
Programa de Pós-graduação em Patrimônio Cultural – UFSM
Coordenador do Laboratório de Antropologia e Arqueologia (LEPAARQ – UFPel)