17
Mar

Canadá e Brasil oferecem bolsas para pesquisadores e estudantes de doutorado

Pesquisadores brasileiros e canadenses podem se inscrever para um novo programa em apoio às pesquisas colaborativas financiadas em parceria pelos dois países até o dia 19 de abril.

O programa Bolsas Canadá-Brasil – Projetos Conjuntos de Pesquisa, destinado às instituições de nível superior, visa estimular a colaboração entre equipes de pesquisa dos dois países, apoiando projetos de pesquisa conjuntos realizados por instituições de ensino superior do Canadá e do Brasil, em áreas estratégicas como governança democrática, geração de riqueza, segurança, ciência e tecnologia.

As equipes de pesquisa devem ser formadas por um professor coordenador e no máximo cinco estudantes de doutorado por projeto. Cada doutorando receberá 8,4 mil dólares canadenses para uma estadia de seis meses no Canadá – esses recursos ajudarão a cobrir os custos de subsistência, os vistos e as taxas de administração escolares, além da passagem aérea e do plano de saúde.  O professor coordenador do projeto poderá receber, mediante solicitação, 3 mil dólares canadenses para fazer uma visita de dez dias ao Canadá.

A duração do projeto é 24 meses: de setembro de 2011 a setembro de 2013. O financiamento será concedido pelo Governo do Canadá por meio do Escritório Canadense de Educação Internacional (CBIE).

Em contrapartida, o governo brasileiro, por intermédio da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior  (Capes/MEC), financiará no Brasil as mesmas despesas para um grupo de até cinco doutorandos canadenses por projeto. O coordenador canadense também poderá receber, mediante solicitação, recursos para fazer uma visita de dez dias ao Brasil.

Os pesquisadores brasileiros devem se inscrever por intermédio da Capes. No entanto, é importante que os grupos de pesquisa que pretendem trabalhar juntos apresentem propostas alinhadas. Os coodernadores brasileiros e canadenses devem concordar sobre as duas propostas paralelamente.

“Trata-se de uma iniciativa para intensificar as relações institucionais e uma maior mobilidade docente e discente, no âmbito de projetos conjuntos”, observa o assessor para assuntos de educação da Embaixada do Canadá, Luiz Miguel da Rocha.

Este é o primeiro edital decorrente do memorando de entendimento assinado em agosto de 2010 entre o Ministério das Relações Exteriores e Comércio Internacional (DFAIT) e a Capes, que vem a reforçar a cooperação no campo da ciência, tecnologia e inovação. A expectativa dos governos é de que os projetos resultem em mais publicações, intercâmbio científico e em uma cooperação bilateral mais intensa.

Mais informações em inglês :
http://www.scholarships.gc.ca/academicinstitutionsCBAJRPcdn-etablissementBCBPdRCcdn-eng.aspx

Mais informações em francês :
http://www.scholarships.gc.ca/etablissementBCBPdRCcdn-academicinstitutionsCBAJRPcdn-fra.aspx

(Informações do site do MCT e Embaixada do Canadá)

GRAÇA FREITAS
Secretária de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola
Departamento de Engenharia Agrícola – Sala 330
Universidade Federal de Viçosa
36570-000 – Viçosa – MG
Fone: (31) 3899-1859 e Fax: (31) 3899-2735
e-mail: mgsoares@ufv.br e met@ufv.br

Enviado por: Stella Pieve
NECO – Núcleo de Estudos sobre Populações Tradicionais Costeiras/FURG